Odonthos. Blog.

(19) 3044.8899

(19) 98124.8789

Clínica Odontológica em Campinas Odonthos | Dentistas em Campinas

BLOG ODONTHOS ODONTOLOGIA

A Clínica Odonthos oferece tratamentos Dentários e Faciais com equipamentos de última geração, com uma equipe de profissionais que proporcionam eficência e conforto.

 

"Resultado da busca por: Dentistas em Campinas"


Dor Orofacial - Dor de cabeça - cefaleia

Em 08/08/2016

 Dor Orofacial, por definição, é toda a dor associada a tecidos moles e mineralizados (pele, vasos sanguíneos, ossos, dentes, glândulas ou músculos) da cavidade oral e da face.

As condições clínicas mais frequentemente associadas a dor orofacial são dores de dentes e de tecidos periodontais, disfunção temporomandibular (muscular ou articular), neuralgias, tumores, trauma, tecidual, doenças autoimunes, etc. 

Usualmente essa dor pode ser referida da região da cabeça e/ou pescoço ou mesmo estar associada à cervicalgias, cefaleias primárias, fibromialgia e doenças reumáticas como artrite reumatóide.

Se você suspeita que apresenta DTM ou outra condição de Dor Orofacial, procure um Cirurgião Dentista especialista em DTM e Dor Orofacial, que é a especialidade odontológica que cuida destas e de outras dores da face.

CONTINUE LENDO...

Tags: DTM ATM dor de cabeça  cefaleia enxaqueca dor orofacial tratamento dor de cabeça clinica de odontologia campinas clínica odontológica em campinas dentista em campinas dentistas em campinas 

Compartilhe:

Facetas de porcelana x lentes de contato de porcelana

Em 25/05/2016

 Diferença entre laminados dentários cerâmicos: facetas de porcelana x lentes de contato de porcelana?

Qual a diferença entre faceta em porcelana e lente de contato dental?

 

26.01.2017

 
 

Nos dias atuais é cada vez mais comum as pessoas procurarem tratamento estético para os seus dentes da frente. 

 

 

E a procura é pela faceta em porcelana ou lente de contato. 

 

Qual a diferença entre as duas?

 

É simples, a faceta precisa desgastar o dente e a lente o desgaste é muito pouco ou nada. 

 

Para que serve a lente?

 

A lente é para pequenas correções, como fechamento de espaços, aumento do comprimento, largura, arredondamento de ângulos. É tão fina que parece transparente, pois isso ganhou o nome de lente de contato dental. 

 

 

 

Para que serve a faceta dental?

 

 

 

 

Nos casos em que há comprometimento de cor, ou manchamentos, ou dente girado, ou desalinhado, há necessidade de desgaste do esmalte. 

Por exemplo, em um dente que escureceu pelo tratamento de canal, é preciso desgastar o esmalte para dar espessura para a porcelana esconder a cor escura. 

Nesse caso a lente de contato não funcionaria. 

Nos casos de dentes desalinhados é possível corrigir o desalinhamento, colando uma lâmina cerâmica sobre ele. 

E estética é inigualável. 

 

 

 

Como fica a estética do sorriso com a faceta ou lente?

 

 

Se o objetivo é a transformação do sorriso, o resultado total só é possível se trabalhar todos os dentes que aparecem quando você sorri. É impressionante a transformação. E nesse caso, um estudo bem detalhado com o Planejamento Digital do Sorriso, é fundamental. 

 

E a durabilidade como fica, já que são materiais com pouca espessura?

 

Vamos por uma analogia. Imagine como é fixado o laminado em porcelanato no piso, na contrução civil. A lâmina do porcelanato é bem fina se comparado com o contra-piso não é? Mas se o contra-piso estiver totalmente regular e sólido e a lâmina ficar totalmente apoiada sobre ele, não existe a chance de quebrar. A não ser que sofra algum impacto altamente forte. 

A lâmina de porcelana funciona assim também. Porém, é claro, que nas áreas incisais é necessário um cuidado com hábitos nocivos, como morder tampa de caneta, prego, parafuso, tampa de garrafa, milho de pipoca, etc. 

 

 

 

 

 

Outra questão bem importante é saber como podem ficar naturais e bonitas as facetas ou lentes de contato?

 

O planejamento aqui é fundamental. E para isso contamos com uma nova técnica para não errar na escolha do tamanho e forma dos novos dentes. CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentistas campinas dentistas em campinas dentista em campinas clínica de odontologia em campinas clínica odontológica em campinas prótese dentária facetas de porcelana lentes de contato de porcelana 

Compartilhe:

Bruxismo Diurno

Em 01/05/2016

 Bruxismo do sono é um distúrbio do sono caracterizado pelo apertar e ranger dos dentes, de forma involuntária,  com aplicação de forças excessivas sobre a musculatura mastigatória. A palavra bruxismo do sono vem do grego brycheinm, que significa ranger dos dentes.

O bruxismo diurno é diferente do bruxismo noturno ou do sono. Assim, o bruxismo diurno é caracterizado por uma atividade semivoluntária da mandíbula, de apertar os dentes enquanto o indivíduo se encontra acordado, onde geralmente não ocorre o ranger de dentes, e está relacionado a um tique ou hábito. Já o bruxismo do sono é uma atividade inconsciente de ranger ou apertar os dentes, com produção de sons, enquanto o indivíduo encontra-se dormindo.

O bruxismo do sono é um problema que afeta sobretudo as crianças podendo também afetar os adultos.

O ranger provoca um desgaste nos dentes que pode afetar a integridade dos mesmos e comprometer a saúde bucal. O bruxismo do sono também "força" e cria tensões ao nível das articulações temporomandibulares (ATM) que pode causar desgastes e eventuais problemas.

As causas do bruxismo do sono são multifatoriais e ainda pouco conhecidas. A má oclusão dentária e tensão emocional podem estar relacionadas a este distúrbio. 
O ruído característico do ranger dos dentes, desgaste dentário, hipertrofia dos músculos mastigatórios e temporais, dores de cabeça, disfunção da articulação temporomandibular, má qualidade de sono e sonolência diurna estão entre as principais manifestações clínicas do bruxismo do sono.

O diagnóstico é feito pela observação de um desgaste dentário anormal, ruídos de ranger de dentes durante o sono e desconforto muscular mandibular.

A polissonografia registra os episódios de ranger dos dentes, permitindo identificar alterações do sono e microdespertares. As alterações predominam no estágio 2 do sono não REM e nas transições entre os estágios.

A polissonografia permite ainda o diagnóstico de outros distúrbios do sono, tais como ronco, apnéia do sono, movimentos periódicos dos membros, distúrbio comportamental do sono REM e outros.

O tratamento deve ser individualizado para cada paciente. Como o bruxismo do sono tem causas variadas, o tratamento também segue na mesma direção. O uso de placas orais moles (silicone) ou duras (acrílico) visa a proteção dos dentes prevenindo o desgaste dentário ou fraturas durante o sono. Geralmente se faz necessário abordagem psicoterápica, odontológica, farmacológica e suas combinações, de acordo com o perfil do paciente.

Aplicações locais de toxina botulínica nos músculos envolvidos têm sido utilizadas em casos de bruxismo do sono que não respondem ao tratamento convencional.

www.odonthos.com.br
19 3044-8899

CONTINUE LENDO...

Tags: dentista campinas-sp/dentistas campinas-sp/dentistas em campinas-sp/dentista em campinas-sp/odontologia em campinas-sp/odontologia cambuí campinas-sp/clínica odontológica em campinas/ 

Compartilhe:

Bruxismo na infância

Em 01/05/2016

 O problema é comum em crianças, segundo Paulo Breinis, neuropediatra do Hospital Israelita Albert Einstein, sendo que ele ocorre em 40% das crianças na segunda infância. “O bruxismo é quase sempre uma patologia infantil. É difícil ocorrer em adultos”, disse.

Se a criança sofrer de bruxismo, normalmente terá o problema nas épocas do nascimento e da troca dos dentes, pois ela começa a forçar para ajeitá-los, de acordo com Alexandre Bussab, cirurgião-dentista da Clínica Brasil Smiles. “A troca dos dentes acontece, primeiro, aos 5 ou 6 anos. Depois, aos 7 ou 8 anos. Dos 9 aos 10 anos, todos os dentes já nasceram”, afirmou.

Mas os pais não devem ficar tão preocupados com o bruxismo nessas idades, porque os dentes são de leite, então o esmalte que foi desgastado será trocado. No entanto, a criança pode usar um aparelho ortodôntico feito de resina para melhorar o problema. O dentista não recomenda o uso de placa nos pequenos, porque a dentição ainda não se formou: “Na transição de dentição, não dá para colocar placa porque ela é fixa. Já o aparelho acompanha o movimento dos dentes”.

A manutenção desse aparelho é periódica, sendo feita de 20 em 20 dias ou mensalmente.

 

Bruxismo é problema comum durante  a infância (Foto: Shutterstock)

Bruxismo é problema comum durante a infância (Foto: Shutterstock)

Apesar de o problema não ser sério, o bruxismo pode desencadear a disfunção de ATM (articulação temporomandibular), que ocorre quando essa articulação é deformada e desgastada pela força da mordida, segundo Alexandre.“Não tem cura. A única cura é a prevenção para estabilizar o quadro. Se isso não ocorrer, uma cirurgia pode ser feita”, contou o dentista.

A prevenção ao bruxismo, que desencadeia a disfunção de ATM, pode ser feita retirando mamadeiras e chupetas, pois elas podem modificar a posição dos dentes e, na ânsia de arrumá-la, a criança os aperta. “Outros fatores que podem desencadear o bruxismo são respiração bucal, desvio de septo, hereditariedade e alimentos que exigem muito da mastigação, como balas e chicletes, que modificam a posição dos dentes”, informou o dentista.

Segundo o neuropediatra, ninguém sabe qual o processo fisiológico responsável pelo bruxismo, mas o dentista declarou que sobrecarregar a criança com tarefas pode causar o apertar de dentes, pois o pequeno ficado estressado.

O estresse atinge pessoas de todas as idades, mas o neuropediatra acredita que o bruxismo ocorre mais em crianças porque a patologia faz parte dos distúrbios do sono, comum na infância. “Assim como uma pessoa faz xixi na cama e é sonâmbula quando pequena, ela tem bruxismo e depois para”.
www.odonthos.com.br
19 3044-8899

CONTINUE LENDO...

Tags: DTM/ATM e dor orofacial/cefaléia/dor de cabeça/tratamento dor de cabeça/dentista campinas/dentistas campinas/dentista em campinas/dentistas em campinas-sp 

Compartilhe:

CLAREAMENTO DENTAL DE CONSULTÓRIO

Em 27/04/2015

 Todas as técnicas de clareamento são realizadas de uma dessas duas maneiras:
  1. Procedimentos clareadores removem manchas extrínsecas e intrísecasProcedimentos clareadores removem manchas extrínsecas e intrísecas.

    Procedimentos clareadores que modificam a cor natural dos dentes, deixando-os com tons de cinco a sete vezes mais claros. Tanto o clareamento realizado no consultório (assistida) quanto aquele realizado em casa (moldeira) utilizam alvejantes. Os princípios ativos mais freqüentemente contidos nos alvejantes são o peróxido de carbamida e o peróxido de hidrogênio a concentrações de 10 a 22%, que ajudam na remoção tanto das manchas superficiais quanto das profundas. Há diferenças de custo entre os diferentes procedimentos:

    • Uma sessão de clareamento ativada por luz no consultório do dentista, às vezes chamadas clareamento assistido (clareamento no consultório), pode custar em torno de R$ 500 ou mais dependendo do profissional, e seus resultados são dentes muito mais brancos, instantaneamente. Porém, após um ano comendo e bebendo normalmente (café, chá, refrigerantes), seus dentes perdem ligeiramente a cor e novas manchas aparecem. Para ter seus dentes brancos novamente você deverá repetir a sessão de clareamento ativado por luz.
    • Uma moldeira personalizada criada pelo seu dentista para clarear os dentes em casa, custa por volta de R$ 300 por arcada dentária, e deve ser usada durante muitas horas durante o dia, ou durante a noite por duas semanas. Quando você observa novas manchas, deve apenas usar a moldeira novamente por uma ou duas noites para removê-las.
    • Produtos vendidos sem receita nas farmácias para clarear os dentes incluem moldeiras que se adaptam depois de aquecer e morder, gel alvejante aplicado por um pincel, e fitas de clareamento com preços que variam em torno de R$ 20 a R$ 150, dependendo do produto de branqueamento.
  2. Abrasão remove apenas manchas extrínsecasAbrasão remove apenas manchas extrínsecas.

    Procedimentos não clareadoresfuncionam por ação física e/ou química para ajudar a remover manchas superficiais. Todas os cremes dentais recaem no uso de um leve desgaste para remoção de manchas superficiais entre consultas odontológicas. Cremes dentais clareadores contêm agentes químicos ou polidores para promover a remoção adicional das manchas. Uma limpeza profissional feita por uma dentista ou higienista também envolve desgaste para remoção de manchas mais externas causadas por alimentos ou tabagismo.

Cada um responde de maneira diferente a cada tipo de clareamento. Algumas pessoas respondem bem aos cremes dentais clareadores, enquanto outras, com dentes acinzentados ou outro tipo grave de descoloração, necessitam de facetas laminadas de porcelana(abordados ainda nessa sessão) para obter os sorrisos que sempre desejaram. Apenas seu dentista ou higienista podem determinar o que é melhor para você.
Abaixo,clareamento dentário realizado em nossa clínica.Apasar da dificuldade do caso, por os dentes seram bem manchados,conseguimos um resultado satisfatório.Foram feitas duas aplicações do gel clareador em consultório.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

 

CONTINUE LENDO...

Tags: clareamento dental branqueamento dental estética dental dentistas em campinas dentista em campinas dentista cambuí campinas dentistas cambuí campinas odontologia campinas odontologia em campinas dentistas especialistas cambuí campinas-sp 

Compartilhe:

Estética Dental - Clareamento e facetas de porcelana

Em 17/04/2015

Que fatores influem na cor dos meus dentes?

Algumas pessoas nascem com dentes mais amarelados que outras. Outras têm dentes que se tornam amarelados com o tempo. A cor natural de seus dentes também pode ser afetada por diversos fatores.

Manchas na superfície (chamadas pelos dentistas de manchas extrínsecas) e descoloração podem ser causadas por:

  • Tabaco (tanto fumado como mastigado);

  • Ingestão de café, chá, ou vinho tinto;

  • Ingestão de alimentos altamente pigmentados como cerejas e amoras;

  • Acúmulo de depósitos de tártaro, resultantes da placa que endureceu.


Manchas internas (chamadas pelos dentistas de manchas intrínsecas):

  • Tratamento com o antibiótico tetraciclina durante o período de formação dos dentes;

  • Aparência amarelada ou acinzentada dos dentes, como parte do processo de envelhecimento;

  • Trauma nos dentes que podem resultar na morte do nervo do dente, conferindo-lhe a cor marrom, cinza ou preta;

  • Ingestão demasiada de flúor durante a formação dos dentes (desde o nascimento até os 16 anos), o que dá ao dente uma aparência manchada.
    www.odonthos.com.br
    #ODONTHOSODONTOLOGIA

 

 

CONTINUE LENDO...

Tags: dentista campinas dentistas campinas dentistas em campinas dentista em campinas clínica odontológica prótese dentária implantes facetas dentárias de porcelana lentes de contato jaqueta dentária estética dental clareamento dental 

Compartilhe:

Coroas dentárias em porcelana - Meta Free

Em 14/04/2015

 Coroas metalo-cerâmicas são utilizadas para a reconstrução total de um dente ou mais dentes. Quando houver uma destruição muito grande do elemento dental, mas a raiz esta intacta, podemos colocar coroas que imitam o dente tanto em função quanto em estética

Coroas são ‘capas’ totais para os dentes que possuem metal na parte interna, o que proporciona maior resistência e durabilidade, e cerâmica na parte externa, que da a coroa cor e formato igual aos dentes naturais. Coroas metalo-ceramicas são o melhor e mais comum tratamento para reparar destruição dental, e pode ser usado sobre implantes ou dentes naturais. Coroas metal-free são aquelas que não usam metal em sua composição, dando maior atenção a estética e translucidez, trazendo maior qualidade para dentes anteriores. Confira na pagina de Coroas E-max.



Quando o dente está totalmente destruído, ainda tem solução?

Sim, a raiz estando em boas condições basta confeccionar uma capa (coroa) sobre a parte remanescente, e a estética e mastigação são totalmente recuperadas.


As coroas metalo-cerâmicas ou metal-free ficam artificiais?

Não. Existem diferentes qualidades de cerâmica e de laboratórios protéticos. Os profissionais de ponta conseguem uma naturalidade imperceptível nas coroas atuais, principalmente se forem coroas metal free, que traduzem mais fielmente a translucidez dentária.


Para um sorriso perfeito, posso “encapar” todos os meus dentes com coroas?

Sim. Este tipo de procedimento é muito utilizado atualmente em busca de estética dental do sorriso perfeito. As coroas podem mudar posição, cor, formato, alinhamento e tamanho dos dentes, ou seja, o paciente pode mudar 100% seu sorriso. Com a correta indicação e possibilidade técnica, este tratamento se tornou muito comum e previsível.


Para colocar coroas devo desgastar meus dentes?

Sim. O desgaste dental é necessário para o encaixe correto das coroas. A porção dental que será desgastada será substituída por porcelana, oque além de mudar esteticamente, reforça a estrutura dental deixando-o mais resistente e bonito.
Abaixo, caso clínico realizado na clínica onde foram colocadas seis coros de porcelana metal-free (canino à canino).
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA






 

CONTINUE LENDO...

Tags: Prótese dentária implantes dentários cambuí campinas facetas porcelana inlay/onlay lentes de contato prótese sobre implantes odontologia campinas dentista em campinas dentistas em campinas dentista cambuí campinas-sp 

Compartilhe:

Aplicação de flúor em adultos

Em 07/04/2015

 Adultos podem se beneficiar com o flúor?

Pesquisas recentes mostram que todos podem se beneficiar com o uso de flúor. Especialistas costumavam achar que o flúor funcionava principalmente por fortalecer os dentes enquanto esses estavam ainda em desenvolvimento. Isso significava que as crianças eram o foco dos esforços de fluoretação. Hoje, estudos mostram que o flúor tópico - aquele presente em cremes dentais, enxaguatórios bucais e tratamentos com flúor - ajuda a prevenir o aparecimento de cáries em pessoas de todas as idades.

Como posso saber se preciso de tratamento especial com flúor?
Se a água que você bebe é fluoretada, então a escovação regular com creme dental com flúor é considerada suficiente para a maioria dos adultos com dentes saudáveis. 60% dos municípios do Brasil adicionam flúor na água de abastecimento para ajudar a reduzir a cárie dental. Você pode descobrir se a água da sua cidade é fluoretada ligando para a companhia de abastecimento ou mandando analisar a água, caso ela seja proveniente de uma fonte particular. 

Pessoas que bebem água mineral, e aquelas com as seguintes condições, devem conversar com o dentista sobre tratamentos especiais com flúor:

  • Se você estiver tomando medicamentos que provoquem boca seca ou tem uma doença que cause boca seca. Sem saliva para neutralizar os ácidos na sua boca e remover partículas de alimentos, você fica mais suscetível à cárie dental.
  • Se suas gengivas retraíram ou se descolaram dos dentes. Isso cria mais espaço para as bactérias se alojarem e facilita o surgimento da cárie dental.
  • Se você usa aparelho ortodôntico. Os aparelhos ortodônticos aprisionam grande quantidade de bactérias que podem levar à cárie.
  • Se você fez radioterapia na cabeça ou pescoço. A radiação prejudica as glândulas salivares, causando boca seca.

Quais são os diferentes tipos de tratamento com flúor? 
Você pode se submeter a tratamento com flúor no consultório do dentista. No tratamento feito no consultório, o dentista seca sua boca e aplica uma solução, espuma ou verniz. Alguns dentistas colocam um gel ou espuma dentro de uma moldeira que você utiliza por alguns minutos. Pede-se que você não coma nem beba nada e evite fumar por 30 minutos após a aplicação. 

Independentemente do risco, todos adultos devem usar creme dental com flúor, que teve sua eficácia comprovada na prevenção da cárie dental.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentista em campinas dentista cambuí campinas-sp odontologia campinas odontologia em campinas odontologia cambuí campinas-sp dentistas campinas dentistas em campinas dentistas cambuí campinas-sp  

Compartilhe:

Tabela sobre o cuidado e segurança dos dentes das crianças

Em 31/03/2015

Segurança e seus dentes:

Danos aos dentes podem, muitas vezes, ser prevenidos, especialmente se você sabe os cuidados que deve ter. Esta tabela pode ajudá-lo nisso. Assinale as áreas específicas que você sabe que são perigosas. 

Causa Prevenção Áreas de Perigos Potenciais no Local
Puxar/empurrar
  • Estimule crianças a ter consideração um pelos outros e, de maneira gentil, lembre-os de esperar a vez quando apropriado.
 
Cair da escada
  • Não apresse as crianças.
  • Lembre as crianças de usarem o corrimão.
 
Cair da bicicleta ou de um brinquedo em parquinhos
  • Reveja a regras de segurança.
  • Ensine a usá-lo(a) de maneira segura.
  • Certifique-se de que são apropriados para a idade e de que estão em bom estado.
 
Correr com objetos na boca
  • Façam, juntos, uma lista das únicas coisas que devem ser colocadas na boca e a ilustrem. Pendure na altura dos olhos das crianças.
 
Cair/tropeçar
  • Lembre às crianças que elas devem andar e não correr.
  • Deixe o caminho livre de brinquedos, materiais e poças.
 
Acidentes de carro (paradas bruscas)
  • Sempre use cinto de segurança.
  • Dê objetos para seus filhos simularem a situação.
 
Morder objetos duros
  • Façam, juntos, uma lista do que não se deve morder. Estimule as crianças a incluir itens na lista assim que lembrarem de algo
 

Você Sabia?

  • Os dentes frontais superiores são os mais atingidos nos acidentes.
  • Os dentes de trás e a gengiva normalmente são feridos ao mastigarmos lápis, gelo ou quebrarmos nozes.
  • www.odonthos.com.br
  • #ODONTHOSODONTOLOGIA
  •  
 

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentista em campinas dentista cambuí campinas dentistas campinas dentistas em campinas dentistas cambuí campinas clínica odontológica cambuí campinas clínica de odontologia em campinas odontologia cambuí campinas-sp 

Compartilhe:

Perguntas e respostas na clínica odontológica diária

Em 23/03/2015

 P: A amamentação no peito é melhor do que a mamadeira na prevenção de caries na infância?

R: Muitos especialistas recomendam amamentar no peito em vez de utilizar mamadeiras, para a saúde geral da sua criança. Porém, amamentar no peito pode levar a formação de cáries na infância da mesma forma que a amamentação por mamadeira.

Para prevenir as primeiras cáries:

Evite alimentação durante a noite, tal como trazer o bebê para a sua cama e permitir que ele ou ela se amamente à vontade. O leite pode "permanecer" na boca da criança e causar a formação continua de ácido ao longo da noite. Este ácido leva à formação de cárie.
  • Evite deixar o bebê passear com uma mamadeira.
  • É recomendado que você encoraje sua criança a beber de um copo já no seu primeiro aniversário.
P: Tudo bem se minha criança chupar o dedo polegar?
R: Chupar o polegar é normal em crianças; a maioria para por si próprias até os 2 anos de idade.
  • Se sua criança chupa o polegar e tem mais de 2 anos de idade, tente desencorajá-la até completar 4 anos.
  • Chupar o dedo além da idade de 4 anos pode levar ao problemas de dentes tortos, apinhamento e/ou de mordida.

P: Tudo bem se meu bebê usar a chupeta? 
R: Sim, mas não a coloque em açúcar, mel, ou líquidos adoçados. Além disso:

  • Tente fazer com que sua criança abandone o hábito da chupeta até os idade de 2 anos de idade.
  • Lembre-se que enquanto a chupeta e chupar o polegar não fazem nenhuma diferença para a saúde da criança, uma chupeta pode ser uma escolha melhor, porque pode ser mais fácil parar com o hábito da chupeta da criança, do que de chupar o polegar.
  • www.odonthos.com.br
  • #ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: dentista em campinas dentistas em campinas dentista campinas dentistas campinas dentista cambuí campinas dentistas cambuí campinas odontologia campinas odontologia em campinas odontologia cambuí campinas. 

Compartilhe:

Próteses dentárias - Dúvidas

Em 18/03/2015

 O que são dentaduras (próteses)?

 

O que são Próteses?

Próteses são substitutos para os dentes ausentes que podem ser retiradas e recolocadas na boca. Embora leve algum tempo para que a pessoa consiga se habituar a utilizá-las e embora nunca sejam exatamente iguais aos dentes naturais, atualmente elas oferecem uma aparência mais natural e maior conforto quando comparadas a aquelas de alguns anos atrás. 

Existem dois tipos principais de próteses: totais (dentaduras) ou parciais. Seu dentista irá ajudá-lo a escolher o tipo de prótese mais apropriado, dependendo do número de dentes a serem substituídos e o custo do tratamento.

Como funcionam as próteses?

No caso de próteses totais, uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apóia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada na forma de uma ferradura, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua. 

As próteses são feitas sob medida em um protético, a partir de moldes tirados de sua boca. Seu dentista irá determinar qual dos três tipos de próteses descritas abaixo é o melhor para você.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentistas campinas dentista cambuí campinas dentistas cambuí campinas clínica de odontologia campinas odontologia em campinas dentista em campinas dentistas em campinas ortodontia campinas implantes dentários 

Compartilhe:

Quais são os estágios da gengivite?

Em 16/03/2015

 O que é gengivite?

A gengivite é uma inflamação da gengiva que pode progredir e atingir o osso alveolar. É este que envolve e sustenta os dentes. É causada pela presença da placa bacteriana ou biofilme dental, uma película incolor e pegajosa que se forma continuamente nos dentes. Se não for removida diariamente por meio da escovação e do uso do fio dental, a placa bacteriana pode se formar e as bactérias nela contidas poderão infeccionar não apenas a gengiva e a região ao redor dos dentes, mas acabarão por atingir o tecido abaixo da gengiva e o osso que suporta os dentes. Isto pode fazer com que os dentes fiquem amolecidos, caiam ou tenham que ser removidos pelo dentista.

São três os estágios da doença periodontal:

  • Gengivite: Este é o primeiro estágio da inflamação gengival causada pela placa bacteriana que se forma na margem da gengiva. Se a escovação e o uso do fio dental diariamente não forem suficientes para remover a placa, ela produzirá toxinas que podem irritar o tecido gengival, causando a gengivite. Você pode notar algum sangramento durante a escovação e o uso do fio dental. Neste primeiro estágio da doença, o dano pode ser revertido, já que o osso e o tecido conjuntivo que seguram os dentes no lugar não foram atingidos.
  • Periodontite: Neste estágio, o osso e as fibras de sustentação que mantêm os dentes em posição são irreversivelmente danificados. Ao redor da sua gengiva pode começar a se formar uma bolsa que avança para baixo da gengiva e onde ficam armazenados os detritos e a placa bacteriana. O tratamento dentário adequado e a higiene bucal minuciosa em casa, em geral, podem ajudar a prevenir danos maiores.
  • Periodontite avançada: Neste estágio final da doença, as fibras e os ossos de sustentação dos dentes estão destruídos, o que faz com que os dentes migrem ou mudem de lugar ou se tornem abalados ou com mobilidade. Isto pode afetar sua mordida e, se o tratamento não for eficaz, você corre o risco de perder seus dentes.
  • www.odonthos.com.br
  • #ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentistas campinas dentista em campinas dentistas em campinas odontologia campinas e valinhos clínica odontológica cambuí campinas dentista cambuí campinas dentistas no cambuí campinas 

Compartilhe:

Seu eu beber água mineral, estarei obtendo flúor suficiente?

Em 10/03/2015

 Se eu beber água mineral, estarei obtendo flúor suficiente?

Se a água mineral for sua fonte principal de água de consumo, você poderá não estar obtendo flúor em quantidade suficiente. Enquanto o flúor é adicionado na água de abastecimento público em 60% dos municípios do Brasil para reduzir a cárie dental, a maioria das águas minerais disponíveis no mercado não contém níveis ideais de flúor.

Diversos fatores são importantes para saber se você está recebendo ou não flúor suficiente, entre eles:

  • O nível de flúor na sua água mineral, que pode variar muito entre as diferentes marcas. Se a quantidade de flúor não aparecer no rótulo, peça informações à empresa responsável.
  • A quantidade de água mineral que você bebe durante o dia.
  • Se você usa a água mineral para beber, cozinhar ou preparar sopas, sucos e outras bebidas.
  • Se você também bebe água fluoretada na escola, trabalho ou outros lugares.

Se você bebe principalmente água mineral, você deve conversar com seu dentista sobre a necessidade de tratamentos complementares com flúor -especialmente se tiver filhos. Seu dentista pode recomendar complementação de flúor se achar que seu filho não está recebendo níveis adequados de flúo
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentistas campinas dentistas em campinas dentista em campinas dentista cambuí campinas dentistas cambuí campinas odontologia campinas odontologia em campinas ortodontista campinas implante dentário DTM/ATM campinas e valinhos-sp 

Compartilhe:

Os medicamentos podem afetar minha saúde bucal?

Em 04/03/2015

 Sim, os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais na boca, dos quais a “boca seca" é o efeito colateral mais comum. Não deixe de informar seu dentista sobre os medicamentos que você está usando, mesmo aqueles que comprou sem receita médica.

Os seguintes medicamentos podem causar o ressecamento da boca:

  • Anti-histamínicos (Antialérgicos);
  • Descongestionantes;
  • Analgésicos;
  • Diuréticos;
  • Medicamentos para pressão alta;
  • Antidepressivos.

Outros medicamentos podem causar inflamações, ulcerações, dormência, formigamento, distúrbios de movimento, alterações do paladar e, durante a escovação ou do uso do fio dental, sangramento excessivo da gengiva. Se perceber quaisquer desses sintomas, consulte seu dentista ou médico.

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentistas campinas dentistas em campinas dentista campinas odontologia campinas odontologia em campinas clínica de odontologia cambuí campinas odontologia campinas e valinhos-sp 

Compartilhe:

ODONTOLOGIA:PERGUNTAS E RESPOSTAS

Em 24/02/2015

 Perguntas e respostas comuns para as famílias

 

P: A amamentação no peito é melhor do que a mamadeira na prevenção de caries na infância?
R: Muitos especialistas recomendam amamentar no peito em vez de utilizar mamadeiras, para a saúde geral da sua criança. Porém, amamentar no peito pode levar a formação de cáries na infância da mesma forma que a amamentação por mamadeira.

Para prevenir as primeiras cáries:

  • Evite alimentação durante a noite, tal como trazer o bebê para a sua cama e permitir que ele ou ela se amamente à vontade. O leite pode "permanecer" na boca da criança e causar a formação continua de ácido ao longo da noite. Este ácido leva à formação de cárie.
  • Evite deixar o bebê passear com uma mamadeira.
  • É recomendado que você encoraje sua criança a beber de um copo já no seu primeiro aniversário.
P: Tudo bem se minha criança chupar o dedo polegar?
R: Chupar o polegar é normal em crianças; a maioria para por si próprias até os 2 anos de idade.
  • Se sua criança chupa o polegar e tem mais de 2 anos de idade, tente desencorajá-la até completar 4 anos.
  • Chupar o dedo além da idade de 4 anos pode levar ao problemas de dentes tortos, apinhamento e/ou de mordida.

P: Tudo bem se meu bebê usar a chupeta? 
R: Sim, mas não a coloque em açúcar, mel, ou líquidos adoçados. Além disso:

  • Tente fazer com que sua criança abandone o hábito da chupeta até os idade de 2 anos de idade.
  • Lembre-se que enquanto a chupeta e chupar o polegar não fazem nenhuma diferença para a saúde da criança, uma chupeta pode ser uma escolha melhor, porque pode ser mais fácil parar com o hábito da chupeta da criança, do que de chupar o polegar.

P: Qual é o melhor método para escovar os dentes de uma criança pequena?
R: Use uma escova pequena e com cerdas macia. Faça movimentos circulares ou movimentos ondulados em todas as superfícies dos dentes, particularmente onde o dente encontra a gengiva. Quando sua criança aprender a cuspir, use uma pequena quantidade de creme dental com flúor do tamanho de uma ervilha na escova. As famílias devem pedir ao dentista que demonstre a escovação correta na visita da criança ao dentista.

P: Posso transmitir bactérias prejudiciais que possam afetar os dentes do meu bebê?
R: Sim. Germes causadores de cáries podem ser transmitidos via contato - tal como quando o bebê puser as mãos em sua boca, e daí na própria boca. É por isso que é tão importante você manter seus próprios dentes e gengivas saudáveis. 

Além disso, pesquisas têm mostrado que já que uma mulher grávida compartilha seu sangue com seu bebê antes de nascer, qualquer infecção em sua boca - como uma cárie ou doença de gengiva (periodontal) - pode afetar o bebê. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Dentais e Crânio-facial do Instituto Nacional de Saúde, doenças / infecções orais também estão ligadas a problemas bebês prematuros, e com reduzido peso de nascimento.

P: Quando devo começar a usar creme dental com flúor na escovação da minha criança?
R: Quando sua criança souber cuspir. Flúor é seguro e necessário para manter os dentes fortes, mas somente em níveis apropriados. Crianças mais jovens tendem a engolir quantidades excessivas de creme dental , e isto pode levar a flúorese, que causa a descoloração dos dentes. E lembre-se, mesmo que a sua água for fluoretada, é necessário utilizar creme dental com flúor. Flúor é necessário ambos em forma "sistêmica" - como creme dental, e em forma "ingerida" - como água ou suplementos de flúor.

P: Eu uso água engarrafada em casa, e não contém flúor. Tudo bem?
R: Se você usa água engarrafada para beber e cozinhar - ou se sua água do sistema público (comunitário) não contém flúor - não esqueça de avisar a seu dentista ou médico. Eles possivelmente prescreverão suplementos de flúor para o bebê.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Odontologia Cambuí Campinas clínica odontológica cambuí campinas e valinhos-sp dentista campinas dentistas em campinas e valinhos ortodontia e ortodontista cambuí campinas aparelho fixo dentário aparelho dentário lingual  

Compartilhe:

COMO CUIDAR DA SAÚDE DO MEU BEBÊ

Em 15/02/2015

 

Os bons cuidados bucais começam cedo na vida. Mesmo antes dos dentes do bebê nascerem, existem alguns fatores que podem afetar sua futura aparência e saúde. Por exemplo, a tetraciclina, um antibiótico comum, pode causar a descoloração ou manchas nos dentes. Por esta razão, não deve ser usada por mães que estão amamentando ou mulheres na segunda metade da gravidez.

Como os dentes do bebê geralmente nascem por volta dos seis meses de idade, não há razão para usar os procedimentos padrão da higiene bucal, ou seja, a escovação e o uso do fio dental. Mas, os bebês têm necessidade de cuidados bucais especiais que todos pais devem conhecer. Entre esses cuidados estão a prevenção das cáries causadas pelo uso da mamadeira e a certeza de que seu filho esta recebendo uma quantidade adequada de flúor.

O que são as cáries de mamadeira e como evitá-las?

São cáries causadas pela exposição freqüente a líquidos que contém açúcar, como o leite, as fórmulas comerciais preparadas para bebês e os sucos de fruta. Os líquidos que contém açúcar se acumulam ao redor dos dentes por longos períodos de tempo, enquanto seu bebê está dormindo, provocando as cáries, que primeiro se desenvolvem nos dentes anteriores, tanto da arcada inferior quanto da superior. Por esta razão, nunca deixe sua criança adormecer com a mamadeira de leite ou suco na boca. Ao invés disso, na hora de dormir, dê a ele uma mamadeira com água ou uma chupeta que tenha sido recomendada pelo seu dentista. Ao amamentar, não deixe o bebê se alimentar continuamente. E após cada mamada, limpe os dentes e as gengivas do seu bebê com um pano ou uma gaze umedecidos.

O que é o flúor? Como saber se meu bebê está recebendo a quantidade certa de flúor?

O flúor faz bem mesmo antes de os dentes do seu filho começarem a aparecer. Ele fortalece o esmalte dos dentes enquanto estes estão se formando. Muitas empresas de distribuição de água adicionam a quantidade de flúor adequada ao desenvolvimento dos dentes. Para saber se a água que você recebe em casa contém flúor e qual a quantidade de flúor que é colocada nela, ligue para a empresa de distribuição de água no seu município. Se a água que você recebe não tem flúor (ou não contém a quantidade adequada), fale com seu pediatra ou dentista sobre as gotas de flúor que podem ser administradas ao seu bebê diariamente. Se você usa água engarrafada para beber e para cozinhar, avise seu dentista ou médico. É possível que eles receitem suplementos de flúor para seu bebê.

CONTINUE LENDO...

Tags: Odontologia em campinas e valinhos clínica odontológica cambuí campinas e valinhos dentista em campinas dentistas em campinas dentista cambuí campinas ortodontia implantes estética dental aparelhos fixo de porcelana 

Compartilhe:

ALTERNATIVAS DE ESTÉTICA DENTAL

Em 02/02/2015

 Nem todas as pessoas são candidatas para realizar o clareamento. O clareamento não é recomendado se você tem restaurações da própria cor dos dentes, coroas, jaquetas ou facetas em seus dentes incisivos - o clareador não alterará a cor desses materiais, que ficarão aparentes no seu novo sorriso clareado. Nestes casos, você poderá desejar pesquisar outras opções.

Facetas laminadas são camadas finas de porcelana ou de plástico coladas na face frontal dos dentes. Para dentes extremamente descorados, lascados ou disformes, proporcionam um sorriso durável e agradável. Facetas laminadas são difíceis de serem manchadas tornando-as populares no público que busca um sorriso perfeito.

Existem dois tipos de facetas laminadas:

  • As facetas laminadas de porcelana (indireta), que devem ser primeiramente produzidas em um laboratório dental, para serem ajustados aos dentes; são necessárias duas visitas ao dentista. Facetas laminadas de porcelana têm duração de dez a quinze anos ou mais.
  • As facetas laminadas compostas (direto), na qual uma resina é aplicada ao dente numa única visita. Facetas laminadas de resina custam significativamente menos, mas duram somente de cinco a sete anos.

Resinas: utilizam resinas compostas para a restauração de dentes lascados ou quebrados, para o preenchimento de espaços e remodelar ou colorir o sorriso. Após aplicar uma solução levemente corrosiva que desgasta ligeiramente a superfície dos dentes, permitindo que o material do "bonding" adira, seu dentista aplica a resina e a esculpe, dando-lhe cor e forma para produzir o resultado satisfatório. Uma luz de alta-intensidade endurece o material, que é então finamente polido.

  • Muitas pessoas escolhem restaurações de resinas em vez de amálgama porque a resina tem uma aparência mais natural - a cor do material pode ser alterada para igualar-se à cor natural do dente.
  • Em comparação às em amálgama a desvantagem das restaurações em resina é o custo mais elevado, e por serem porosos, os fumantes verificarão que amarelará mais facilmente.

Seu dentista pode lhe dizer se você é um bom candidato para facetas laminadas ou uso de resinas.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista Campinas dentistas em campinas clínica de odontologia cambuí campinas clínica odontológica campinas e valinhos -sp ortodontista cambuí campinas estética dental facetas de porcelana lentes de contato porcelana 

Compartilhe:

CUIDADOS COM SEU APARELHO FIXO ORTODÔNTICO

Em 23/01/2015

 Folheto: Aparelho Ortodôntico

Aparelho Ortodôntico

Quem usa aparelho ortodôntico sabe que é preciso ter alguns cuidados especiais com os dentes, principalmente se ele for fixo. Maus hábitos alimentares e pessoais podem ocasionar danos e prolongar o tratamento. E ninguém quer isso, não é mesmo? Então, fique atento a essas dicas, elas podem evitar problemas e fazer com que seu tratamento ocorra ainda melhor. 

Quais são os cuidados pessoais básicos? 
Evite roer unhas e morder canetas e lápis. Além disso, evite mexer ou cutucar o aparelho.

Quais são os cuidados com a alimentação? 
Evite comer doces duros ou grudentos demais, como: balas, chicletes e pirulitos. Quando for comer frutas ou vegetais, corte-os em pedaços. Também vale lembrar que morder gelo ou comer lanches muito duros também prejudica o seu aparelho ortodôntico.
 

Aparelho Ortodôntico
Como conter os danos causados pelo aparelho ortodôntico? 
Caso seu aparelho solte o fio ou o bracket, utilize cera ortodôntica para evitar feridas na boca. Depois é só informar o dentista o ocorrido para que ele faça a manutenção do aparelho.

O que devo fazer no dia em que meu aparelho for ajustado para diminuir o desconforto? 
Ingerir alimentos líquidos e pastosos ajuda a minimizar o desconforto neste momento.

Existe um fio dental especial para quem usa aparelho ortodôntico? 
É recomendado o uso do fio ou fita dental para quem usa aparelho fixo, ele desliza melhor entre os dentes e garante melhor limpeza.

Qual a melhor escova para quem usa aparelho ortodôntico? 
A escova Colgate Orthodontic possui cerdas com o sitema V-trim. Ela foi desenvolvida para a remoção eficaz da placa bacteriana e dos resíduos que ficam entre os dentes e ao redor do aparelho ortodôntico. Complemente a escovação com um antisséptico bucal. Colgate Plax elimina as bactérias da placa bacteriana e protege seus
dentes da cárie.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista cambuí campinas dentistas em campinas e valinhos odontologia cambuí campinas ortodontia em campinas aparelho fixo autoligado de porcelana aparelho invisível lingual ortodontista campinas e valinhos 

Compartilhe:

COMO USAR FIO DENTAL

Em 23/01/2015

 Como usar o fio dental

 

Qual a maneira correta de usar o fio dental?

Quando usado corretamente, o fio dental remove a placa bacteriana e os resíduos de alimentos das áreas onde a escova dental não tem acesso fácil, como, por exemplo, a linha da gengiva e as áreas entre os dentes. O uso diário do fio dental é altamente recomendável uma vez que a placa bacteriana pode levar ao aparecimento de cáries e doenças gengivais.

Para usar o fio dental de maneira correta faça o seguinte:

  • Enrole aproximadamente 40 centímetros do fio ao redor de cada dedo médio, deixando uns dez centímetros entre os dedos.
  • Segurando o fio dental entre o polegar e indicador das duas mãos, deslize-o levemente para cima e para baixo entre os dentes.
  • Passe cuidadosamente o fio ao redor da base de cada dente, ultrapassando a linha de junção do dente com a gengiva. Nunca force o fio contra a gengiva, pois ele pode cortar ou machucar o frágil tecido gengival.
  • Utilize uma parte nova do pedaço de fio dental para cada dente a ser limpo.
  • Para remover o fio, use movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes.

Que tipo de fio dental devo usar?

Há dois tipos de fio dental:

  • Fio de nylon (ou multifilamento)
  • Fio PTFE (monofilamento)

Existem no mercado fios dentais de nylon, encerados ou não, com uma grande variedade de sabores. Como esse tipo de fio é composto de muitas fibras de nylon, ele pode, às vezes, rasgar ou desfiar, especialmente se os dentes forem muito juntos. Embora mais caro, o fio de filamento único (PTFE) desliza facilmente entre os dentes, mesmo com pouco espaço, e não se rompe. Usados de maneira adequada os dois tipos de fio removem a placa bacteriana e os resíduos de alimentos.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

 

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas dentista cambuí campinas dentistas em campinas dentista em campinas e valinhos prevenção em odontologia clínica de odontologia em campinas Clínica odontológica cambuí campinas-sp 

Compartilhe:

Higiene bucal da gravidez a primeira infância

Em 20/01/2015

 Pré natal

Siga estes passos para garantir uma boca saudável.

  • Faça um "checkup" dental.
    Faça uma limpeza e avaliação de seus dentes. Tenha certeza de que todo tratamento seja feito. Os germes que causam as cáries podem passar para seu bebê depois de ele nascer.
  • Escove os dentes três vezes ao dia
    Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia. Use uma escova macia. Tenha certeza de colocar as cerdas da escova no local onde a gengiva e os dentes se encontram. É aí que a gengivite começa.
  • Passe o fio dental diariamente. 
    Passe o fio dental diariamente para limpar entre os dentes, onde a escova não alcança.
  • Limite o número de vezes que você ingere doces ou lanches a base de amido no dia. Doces ou lanches a base de amido podem fazer com que seus dentes sofram "ataques ácidos". Doces e refrigerantes podem causar cáries. Coma mais frutas e legumes.
  • Faça o Pré-natal. Siga os conselhos de seu médico. Isso é importante tanto para a sua saúde quanto para a de seu bebê.
  • Receba a quantidade adequada de cálcio. Você necessita de cálcio para a formação dos ossos e dos dentes de seu bebê. Leite, queijos, feijão e folhas são fontes de cálcio.
  • www.odonthos.com.br
  • #ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Prevenção em odontologia dentista em campinas dentistas em campinas clínica odontológica cambuí campinas e valinhos-sp odontologia campinas e valinhos dentistas especializados ortodontia implantes dentários estética dental 

Compartilhe:

HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA(DENTES SENSÍVEIS)

Em 19/01/2015

 Os estímulos mais comuns nos dentes sensíveis podem ser:
  • Alimentos e bebidas frias, quentes, ácidos ou doces.
  • Ar frio.
  • Alguns procedimentos odontológios.
Se esses estímulos lhe causam dor, você não está sozinho, pois 57% dos adultos sofrem de dentes sensíveis.

Qual é a causa da hipersensibilidade dentinária?
A recessão gengival é a principal causa da hipersensibilidade dentinária.

Folheto: Hipersensibilidade
A gengiva retrai por diversas razões, como excesso de força na escovação, avanço da idade, doença periodontal, ou mesmo exposição a alimentos e bebidas ácidas.

Quando a gengiva retrai, pequenos orifícios na raiz do dente, chamados de túbulos dentinários, ficam expostos e abertos.

Estes túbulos dentários levam diretamente ao nervo do dente e podem causar dor.

Por que tratar a hipersensibilidade dentinária?
Ignorar os dentes sensíveis, além de lhe privar de um simples sorvete, pode levar a outros problemas bucais. A dor causada pela hipersensibilidade dentária pode fazer com que você não escove seus dentes adequadamente, aumentando o risco de cárie dentária e doenças gengivais.

Folheto: HipersensibilidadeComo agem os cremes dentais para dentes sensíveis?
A maioria dos cremes dentais para dentes sensiveis é baseada em sais de potássio, na forma de nitrato de potássio, citrato de potássio ou cloreto de potássio. Eles agem no sintoma e não na causa da sensibilidade. Além disso, podem levar semanas para promover alívio significativo.

A tecnologia que utiliza a Arginina e Carbonato de Cálcio age imediatamente na causa da sensibilidade promovendo alívio duradouro.

Se você acha que tem dentes sensíveis, é importante que você fale com seu dentista o mais rápido possível para o correto diagnóstico. Ele poderá identificar a verdadeira causa do seu problema.

Se voce sentir uma dor aguda, curta, ao tomar algo gelado ou quente, você pode ter dentes sensíveis.

Como prevenir
  • Fazer uma correta higiene oral, evitando doenças periodontais e assim a retração da gengiva.
  • Evitar a ingestão de alimentos e bebidas com conteúdo ácido.
  • Usar escovas com cerdas extra-macias e escovar os dentes com suavidade, sem pressão excessiva.
  • Usar cremes dentais que contenham agentes dessensibilizantes.
  • Visite seu dentista para o correto diagnóstico e tratamento.
Se esses estímulos lhe causam dor, você não está sozinho, pois 57% dos adultos sofrem de dentes sensíveis.
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista em campinas dentistas em campinas clínica odontológica cambuí campinas odontologia campinas e valinhos-sp dentes sensíveis sensibilidade nos dentes cremes dentais para sensibilidade dos dentes 

Compartilhe:

Mau Hálito

Em 19/01/2015

 Folheto: Mau Hálito

Folheto: Mau Hálito

A halitose não é uma doença, mas um sintoma de que algo não vai bem no organismo. Por isso, é fundamental determinar a causa do odor desagradável na boca, para introduzir o tratamento que, às vezes, pode exigir a participação de especialistas em diferentes áreas.

Folheto: Mau HálitoCausas

  • Má conservação dos dentes, inflamação da gengiva, pedaços de alimentos retidos entre os dentes, abscessos.
  • Menor produção de saliva (por isso, o odor matinal é sempre mais forte do que os que ocorrem durante o dia).
  • Ressecamento da boca decorrente de jejum prolongado, desidratação, exposição ao ar condicionado, estresse, uso de certos medicamentos, assim como respirar pela boca e falar por muito tempo.
  • Presença de saburra lingual, isto é, de uma placa bacteriana esbranquiçada, amarelada ou amarronzada, que se forma sobre a língua.
  • Consumo excessivo de álcool.
  • Infecções como amidalites, sinusites, etc.
Como tratar esse problema?
Escove bem os dentes pelo menos três vezes ao dia e use fio dental diariamente para remover a placa bacteriana e as partículas de alimento que se acumulam. Lembre-se também de escovar a língua.

Se você utiliza dentadura, remova-a antes de dormir e limpe-a bem antes de recoloca-la de manhã. Visite seu dentista regularmente para fazer revisões e limpezas em seus dentes.

Se o seu mau hálito persistir mesmo após estas medidas, consulte seu dentista, já que isso pode ser a indicação da existência de um problema mais sério. Só o dentista poderá dizer se você tem gengivite, boca seca ou excesso de placa bacteriana, que são as causas mais frequentes do mau hálito.

Folheto: Mau HálitoRecomendações
  • Beba bastante água, pelo menos dois litros por dia, para manter a boca sempre umedecida.
  • Evite permanecer muitas horas sem alimentar-se; o jejum prolongado favorece o aparecimento da halitose.
  • Capriche na higiene bucal. Quando escovar os dentes, use também o fio dental e passe a escova especialmente na região posterior da língua.
  • www.odonthos.com.br
  • #ODONTHOSODONTOLOGIA
  •  

CONTINUE LENDO...

Tags: Halitose mau hálito dentista em campinas dentistas em campinas Cirurgião dentista especialista cambuí campinas clínica odontológica campinas e valinhos-sp clínica de odontologia cambuí campinas e valinhos-sp 

Compartilhe:

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE IMPLANTES DENTÁRIOS

Em 15/01/2015

 1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Impalntes dentários em campinas clínica de odontologia cambuí campinas prótese dentária clínica odontológica em campinas dentista em campinas e valinhos-SP dentistas em campinas e valinhos implantodontista cambuí campinas 

Compartilhe:

Técnicas de escovação com aparelho dentário fixo

Em 29/10/2014

Assim como há especialistas na Medicina, como cardiologistas, neurologistas etc., há especialistas na Odontologia. Os ortodontistas são os dentistas que após graduarem em Odontologia, fazem pós graduação de pelo menos dois anos em Ortodontia e que dedicam suas vidas profissionais em estudar sobre o diagnóstico e o tratamento dos problemas ortodônticos (dentes desalinhados, maloclusões, discrepâncias entre as bases ósseas etc) através da biomecânica dos movimentos dento-esqueléticos. Nenhum outro profissional que não seja especialista pelo Conselho Federal de Odontologia está apto a realizar tratamentos ortodônticos de maneira segura e eficaz.

CONTINUE LENDO...

Tags: Odontologia em campinas dentista cambuí campinas dentistas em campinas ortodontista campinas aparelho fixo dentário em campinas ortodontia invisível lingual aparelhos transparentes de porcelana Valinhos-SP 

Compartilhe:

Prótese Fixa Sobre Implante

Em 23/10/2014

 Indicada para perda de “dois ou mais elementos dentários". Primeiramente acontece a implantação de dois ou mais “parafusos” de titânio, que servirão de pilares para futura prótese. Depois de 3 a 4 meses de cicatrização, iniciar-se-á  o processo de abertura dos implantes para a moldagem e confecção das próteses fixadas nos parafusos de titânio, e soldadas umas nas outras resultando em “resistência e estabilidade” da peça.

CONTINUE LENDO...

Tags: Odontologia Campinas-SP Ortodontista em Campinas dentista Campinas dentistas em Campinas clinica odontológica Campinas e Valinhos-SP Implantes dentários prótese dentária jaquetas de porcelana 

Compartilhe:

ORTODONTIA LINGUAL|APARELHO LINGUAL|APARELHO DENTÁRIO INVISÍVEL

Em 23/10/2014

A ortodontia lingual ou invisível consiste em montar o aparelho fixo dentário na face interna dos dentes.Para quem precisa realizar tratamento ortodôntico e não está disposto à usar aparelho fixo dentário convencional esta é a melhor opção, pois oferece resultados excelentes como o aparelho ortodôntico convencional com o diferencial de total discrição.O aparelho fica invisível e é praticamente impossível alguém perceber a presença do mesmo.


CONTINUE LENDO...

Tags: Aparelho lingual aparelho invisível ortodontia invisível aparelho fixo dentário dentista em campinas dentistas em campinas e Valinhos odontologia cambuí clínica odontológica em campinas ortodontista especialista cambuí campinas-sp  

Compartilhe:

Saiba escolher o melhor enxaguante bucal

Em 22/10/2014

Os fabricantes de enxaguantes bucais não poupam esforços para recomendar o uso diário de seus produtos. São propagandas na TV, em revistas, em jornais... Mas afinal, eles devem mesmo ser usados todo dia? Fazer bochecho é fundamental à escovação?

“Não”, respondem em coro os dentistas.. A maioria dos enxaguantes é formada por antisépticos bucais, produtos com alta concentração de álcool e de outras substâncias perigosas para os dentes. Isso mesmo. Antisépticos são uma ameaça à saúde bucal.

A afirmação pode soar contraditória, mas ela traduz um conceito já bem conhecido pela população. “Os medicamentos não fazem mal na dose errada? Então, com antiséptico é a mesma coisa”, esclarece Eugênio Macedo Guimarães, dentista da Mosaico Odontologia, de São Paulo.

Os antisépticos são indicados para casos específicos e devem ser usados sob orientação profissional, apesar de serem comercializados livremente. “Eles são bons para antes ou depois de cirurgias nos dentes, pois reduzem o risco de infecções”, explica o dentista.

CONTINUE LENDO...

Tags: Enxaguante bucal prevenção Dentista em campinas dentistas em campinas cirurgião dentista cambuí campinas odontologia campinas e Valinhos-SP 

Compartilhe:

Como escolher a escova dental correta

Em 22/10/2014

 Que tipo de escova devo usar?

Não é fácil decidir qual o tipo de escova usar, já que o mercado oferece inúmeros tipos, formas e tamanhos. Contudo, lembre-se de que:

  • A maior parte dos dentistas concorda que as escovas macias são mais eficientes para remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos. De preferência, a escova deve também ter cabeça pequena para poder mais facilmente alcançar todas áreas da boca, como, por exemplo, os dentes posteriores.
  • Com relação ao tipo de cabo (por exemplo, flexível ou não), formato da cabeça da escova (retangular, cônica, etc.) e estilo de cerdas (com pontas planas, arredondadas, em diferentes níveis, etc.), escolha o que for mais confortável para você. O importante mesmo é usar uma escova que se ajuste bem à sua boca e alcance todos os dentes.
  • Consulte seu dentista e peça uma orientação sobre a melhor escova para seu caso

Quando devo trocar minha escova dental?
Troque sua escova de dentes a cada três meses ou quando as cerdas estiverem desgastadas. Além disso, é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de nova infecção por meio dos germes que aderem às cerdas.

CONTINUE LENDO...

Tags: Escova dental fio dental prevenção em odontologia dentista campinas dentistas em campinas e Valinhos clínica odontológica Cambuí Campinas-SP clínica odontológica em Valinhos-SP 

Compartilhe:

Cuidados pós clareamento

Em 13/10/2014

 Como Manter Meu Novo Sorriso Branco?

Com o passar do tempo, a exposição a alimentos, bebidas (especialmente café, chá, refrigerante e vinho tinto) e fumo gradualmente escurecerá os dentes recentemente clareados. Mas existem medidas que podem ser tomadas para manter seu sorriso. O pequeno esforço investido em mantê-los brilhantes ao máximo, não é nada se comparado ao dinheiro e/ou tempo necessários ao tratamento de clareamento dos dentes.


  Veja baixo algumas dicas para manter seus dentes brancos:
• Use creme dental branqueador para a remoção de manchas e prevenir o amarelamento dos dentes. 
• Escove ou enxágüe os dentes imediatamente após consumir alimentos ou bebidas que possam manchá-los. 
• Use um canudo para consumir bebidas que possam manchar os dentes, como por exemplo: café, chá, refrigerantes e vinho tinto. 
• Use batom de tonalidade brilhante baseada no azul ou cor-de-rosa. O que confere uma aparência mais branca aos dentes. Evite usar tons alaranjados ou marrons. 
• Verifique se seus dentes necessitam de retoque. Dependendo do método de clareamento usado, um retoque após seis meses, um ano ou dois pode ser necessário. Caso você fume ou beba muito café, talvez precise de um retoque com mais freqüência.

CONTINUE LENDO...

Tags: Estética dental clareamento dental braqueamento dental Dentistas em Campinas clínica de odontologia consultório dentário Cambuí Campinas-SP ortodontista em Valinhos-SP 

Compartilhe:

Terceira idade e Odontologia

Em 28/07/2014

 A idade sozinha não pode apontar se o indivíduo é velho ou não: ela apenas classifica, pois a sociedade é quem vai determinar essa categoria social e, portanto ser velho é um conceito cultural. Não nos sentimos velhos nem sentimos interiormente as transformações físicas que surgem. Somente nos conscientizamos delas por meio do olhar do outro, pois interiormente, há sempre uma ilusão de eterna juventude. 
  Aumentar vida aos anos, e não anos à vida, em geral é a meta de qualquer profissional da Saúde. 

CONTINUE LENDO...

Tags: Odontologia e terceira idade dentista cambuí campinas-sp clínica odontológica em campinas e valinhos-sp dentistas em campinas odontologia campinas e valinhos-sp 

Compartilhe:

Dados incorretos, refaça sua busca com uma palavra maior.