(19) 3044.8899

(19) 98124.8789

Clínica Odontológica em Campinas Odonthos | Dentistas em Campinas

BLOG ODONTHOS ODONTOLOGIA

A Clínica Odonthos oferece tratamentos Dentários e Faciais com equipamentos de última geração, com uma equipe de profissionais que proporcionam eficência e conforto.

 

Higienização de implantes dentários

Em 11/07/2016

 Técnica de escovação adequada

Técnica de escovação adequadaImediatamente após a implantação cirúrgica, a área onde o implante foi colocado ficará sensível, e você poderá ter dificuldade de usar uma escova de dente na região. Desse modo, para evitar a formação da placa use antissépticos bucais antibacterianos e/ou cremes dentais, conforme recomendação do seu dentista. Um ou dois dias após a inserção do implante você pode usar uma escova de dente extra macia para higienização da região. Uma vez que a prótese dentária (coroa, dente) for colocada, escove muito bem toda área ao redor do implante.
www.odonthos.com.br
19 3044-8899

CONTINUE LENDO...

Tags: implantes dentários prótese sobre implante implantes osseointegrados prótese tipo protocolo prótese dentária facetas laminadas de porcelana lentes de contato de porcelana dentista campinas odontologia cambuí campinas 

Compartilhe:
Instagram

Prótese sobre implante tipo protocolo

Em 21/06/2016

 prótese tipo protocolo Bränemark consiste na reabilitação total de pacientes que perderam seus dentes há muitos anos e que possuem sua parte óssea prejudicada. A técnica do médico ortopedista sueco, Per-Ingvar Bränemark, teve início nos anos 60, mas em 1969 ela foi otimizada para próteses fixas.


 

CONTINUE LENDO...

Tags: implantes dentários prótese sobre implante tipo protocolo prótese dentária facetas de porcelana lentes de contato de porcelana dentista campinas odontologia campinas dentista cambuí campinas 

Compartilhe:
Instagram

COMO SÃO FEITOS OS IMPLANTES DENTÁRIOS

Em 13/12/2015

 

CONTINUE LENDO...

Tags: Implantes dentários em campinas-sp clínica de implantodontia em campinas-sp 

Compartilhe:
Instagram

Implantodontia: Prótese Fixa Tipo Protocolo

Em 19/05/2015

A prótese tipo protocolo Bränemark consiste na reabilitação total de pacientes que perderam seus dentes há muitos anos e que possuem sua parte óssea prejudicada. A técnica do médico ortopedista sueco, Per-Ingvar Bränemark, teve início nos anos 60, mas em 1969 ela foi otimizada para próteses fixas.

O tratamento de Bränemark é caracterizado em duas etapas, cirúrgica e protética, com intervalos de quatro a seis meses para mandíbula e maxila. Mas, atualmente com os avanços alcançados pela odontologia é possível realizar a implantação em 72 horas.

Primeiramente, são instalados quatro, cinco ou seis implantes, que ficam em repouso durante quatro meses e a partir daí servem como sustentação para uma prótese fixa. Sobre esses implantes os pilares são aparafusados e em cima deles, a prótese, que é feita a partir de uma barra metálica onde os dentes acrílicos são fixados.

Com o protocolo de Bränemark, os pacientes que têm vergonha de seu sorriso ou problemas com a alto-estima, por causa da perda de seus dentes, podem voltar a sorrir normalmente, já que a capacidade fonética, a mastigação, a deglutição melhoram, proporcionando uma melhor qualidade de vida.


Tratamento de Bränemark        
 

CONTINUE LENDO...

Tags: implantes dentários prótese fixa dentária tipo protocolo implantodontia cambuí campinas dentista cambuí campinas clínica de odontologia cambuí campinas clínica odontológica cambuí campinas 

Compartilhe:
Instagram

IMPLANTES DENTÁRIOS OSSEOINTEGRADOS

Em 23/02/2015

 Como funcionam os implantes dentários?

Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e totais montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca, um grande benefício durante a alimentação e fala.

Esta modalidade de prótese é chamada “prótese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Com a colocação de implantes não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar como é feito em pontes fixas convencionais.

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengiva saudável e ossos adequados para sustentá-la. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis.

Uma higiene bucal meticulosa e visitas regulares ao dentista são essenciais para o sucesso a longo prazo de seus implantes. Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis devido a pontos doloridos ou falta de adaptação. Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente.

Folheto: Implantes 

Folheto: ImplantesCuidados pós-operatório

  • Não fazer bochechos, pelo menos 12 horas após a cirurgia. Após as refeições escovar e lavar a boca sem bochechar, evitando passar escova no local operado.
  • Aplicar nas primeiras 24 horas bolsa de gelo na face, sobre o local operado, durante 10 minutos e com intervalo de 5 minutos para descanso, começando imediatamente após a cirurgia.
  • Alimentação líquida ou pastosa, de preferência fria ou gelada (leite, suco, sopa, mingau, sorvete, entre outros).
  • Não fazer exercícios físicos. Manter repouso absoluto. Não ficar debaixo do sole evitar bebidas quentes.
  • Deitar com a cabeça mais elevada que o corpo.
  • Caso saia um pouco de sangue, não se preocupe, pois em média 70% do volume é de saliva e somente 30% de sangue. Nesse momento é recomendável morder ou fazer compressão de gaze no local por 30 minutos e repetir em caso de necessidade.
  • Fazer uso da medicação prescrita pelo tempo solicitado.
  •  

CONTINUE LENDO...

Tags: Dentista campinas e valinhos dentistas campinas e valinhos implantes dentários implantodontia cambuí campinas prótese dentária lentes de contato porcelana facetas porcelana jaqueta porcelana reabilitação oral enxerto ósseo 

Compartilhe:
Instagram

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE IMPLANTES DENTÁRIOS

Em 15/01/2015

 1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
1. Qualquer um pode ter implante? 

Não. Crianças menores de 16 anos, pessoas que fumam em excesso, portadores de doenças crônicas (ex: diabetes, hipertensão e cardiopatias graves )e que não estão sob tratamento e acompanhamento médico/ medicamentoso, assim como aqueles que estão em tratamento contra o câncer, hepatite ou osteoporose, não são indicados para fazer implante dentário. 
Os pacientes crônicos devem estar “compensados” para que possam proceder com a intervenção, com segurança.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente? 
Na maioria dos casos temos a cárie, principalmente em pessoas com menos de 35 anos e problemas na gengiva e no osso (periodontite) causados pela falta ou ineficácia da higienização bucal (além de causas genéticas) que podem levar à perda de dentes. Pacientes diabéticos (ou histórico familiar) ou cujos pais perderam seus dentes por amolecimento espontâneo, devem procurar a Implantotal para uma “avaliação de saúde bucal”. 

4. O que fazer antes da cirurgia? 
A implantotal preconiza um protocolo de procedimentos, pré e pós cirúrgicos, que contemplam: Exames complementares (Rx Panorâmico, tomografia e exames de sangue), medicamentos (anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos) e orientações sobre aplicação de gelo, repouso e alimentação adequada.

5. Vou sentir dor na operação? 
Não. Todos os procedimentos acontecem sob anestesia e, mesmo assim, com muita técnica e com o mínimo de agressão aos tecidos. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas, na maioria dos casos.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo? 
Procure a Implantotal o mais rápido possível. Durante a consulta, pode-se perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesses casos, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta, procedimento mais comum do se imagina.
 
7. Quanto custa fazer um implante? 
Cada paciente é um caso clínico diferente. Para que se possa saber, exatamente, em que consiste seu tratamento e por consequência quanto vai custar, é fundamental que seja feita uma criteriosa avaliação clínica e/ou radiográfica.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade? 
Se possível procure conversar com alguém que você conheça e que  já se tratou por lá. Procure saber se a clínica é devidamente registrada no C.R.O (Conselho Regional de Odontologia) do seu Estado, se possui um site que informe o nome e registro dos seus dentistas, e se possui alvará de funcionamento (informações que também devem estar expostas na recepção da clínica ou consultório). 

Durante a consulta, avalie a limpeza geral da clínica e dos profissionais que o atenderão, assim como se os materiais são devidamente esterilizados antes de irem à sua boca, mesmo quando no ato da avaliação clínica. Exija que o(a) profissional que lhe atenda esteja fazendo uso de luvas de procedimento. Todo cuidado com a saúde é pouco!
www.odonthos.com.br
#ODONTHOSODONTOLOGIA

CONTINUE LENDO...

Tags: Impalntes dentários em campinas clínica de odontologia cambuí campinas prótese dentária clínica odontológica em campinas dentista em campinas e valinhos-SP dentistas em campinas e valinhos implantodontista cambuí campinas 

Compartilhe:
Instagram

1 2