IMPLANTE DENTÁRIO EM CAMPINAS | PROTOCOLO DENTÁRIO.

(19) 3044.8899

(19) 98124.8789

Clínica Odontológica em Campinas Odonthos | Dentistas em Campinas

Implantodontia (Implante Dentário) - Dentista Campinas

A Odonthos é uma Clínica Odontológica Integrada em Campinas que realiza diagnósticos e tratamentos dentários, faciais e de gengivas com equipamentos de última geração. A Odonthos oferece diversas áreas odontológicas, com profissionais qualificados em próteses, implantes, saúde bucal, entre outros serviços.

 

IMPLANTE DENTÁRIO EM CAMPINAS | PROTOCOLO DENTÁRIO

Áreas de atendimento > IMPLANTE DENTÁRIO EM CAMPINAS | PROTOCOLO DENTÁRIO

O implante dentário é um suporte ou estrutura metálica fixada na estrutura óssea do paciente (osso maxilar) para sustentar uma prótese dentária de porcelana, e assim recuperar um dente perdido.

Portanto, os implantes dentários são constituídos, essencialmente, por dois elementos: o suporte onde o novo dente irá se acomodar sobre o osso maxilar, no local da raiz do dente, e a prótese dentária de porcelana, que será colocada sobre os implantes.

Os implantes dentários podem ser unitários (quando apenas um dente é perdido) ou múltiplos (quando vários dentes são perdidos).

Quando é necessário fazer um implante dentário?

O implante dentário é necessário quando há um dente perdido, pelos mais diversos motivos (quebra de um dente, perda de um dente pelo excesso de cáries, perda da raiz do dente etc.). O implante dentário é um novo dente artificial, ou dente substituto, que é colocado no mesmo lugar onde houve um dente perdido. 

É possível perceber que um implante dentário foi colocado ou que se trata de um dente artificial?

Não. O implante dentário com uma prótese de porcelana é um novo dente totalmente imperceptível quando substitui um dente natural. Ele não transmite a sensação de haver um dente artificial.

Até mesmo a coloração do novo dente substituto é similar à dos demais dentes. O resultado estético é perfeito, não afetando a beleza do sorriso – ao contrário, ele eleva a sua beleza ao recuperar um dente perdido com um novo dente substituto. 

Quanto tempo leva para um implante dentário ser colocado?

A colocação de um implante dentário é um processo realizado em duas etapas.

A primeira etapa, a etapa cirúrgica, é aquela na qual o suporte metálico é implantado cirurgicamente na raiz do dente sobre o osso maxilar, de forma a lhe assegurar um perfeito apoio. A etapa seguinte ao pós-operatório é a etapa protética, na qual é instalada a prótese dentária cerâmica sobre os implantes metálicos onde ela ficará apoiada.

Graças ao avanço desta técnica, o intervalo pós-operatório entre a colocação da prótese dentária sobre o implante dentário foi reduzido para apenas 72 horas (no passado este intervalo era muito mais longo).

O que fazer quando há mais de um dente perdido?

Os implantes dentários podem substituir quantos dentes perdidos forem necessários. O processo de instalação do suporte metálico e da prótese dentária de porcelana é o mesmo para cada caso de dente perdido.

Como são feitos os implantes para os casos de perda total dos dentes?

Nos casos de perda total dos dentes, tanto na arcada superior quanto na inferior, é preciso instalar uma prótese total tipo protocolo (processo também chamado de “protocolo dentário”). A instalação do protocolo dentário consiste em substituir uma dentadura móvel por um conjunto de implantes dentários que servirão de base para a afixação de uma dentadura fixa definitiva. Tudo isso é feito em várias etapas.

A primeira delas consiste em instalar de quatro a seis implantes dentários na arcada dentária afetada. Eles servirão de sustentação para a prótese fixa que será aparafusada sobre os implantes. Para isso, é preciso aguardar um período de tempo no qual os quatro ou seis primeiros implantes dentários permanecem em repouso, até a sua perfeita estabilização. Cabe ao dentista definir quando é o momento mais apropriado para se afixar a prótese total (a prótese tipo protocolo).

Em outras palavras, é como se a prótese total (popularmente chamada de “dentadura”) ficasse parafusada sobre um pequeno conjunto de implantes dentários instalados previamente na boca. O resultado é uma prótese dentária totalmente fixa e com uma perfeita aparência.

Quais são os principais benefícios da prótese fixa total tipo protocolo?

A prótese fixa total tipo protocolo (a chamada dentadura) permite que, além de recuperar perfeitamente a função mastigatória, o paciente resgate a sua autoestima e a sua sensação de bem-estar. A pessoa recupera o seu sorriso e supera uma fase de vergonha e constrangimento que afetam a sua vida familiar e social.

E além destes efeitos positivos, a prótese fixa total permite também a melhoria de outras funções vitais, como a sua capacidade fonética, sua mastigação e sua deglutição de alimentos. Com isso, a saúde bucal e a qualidade de vida de um paciente recebem uma inestimável melhoria.

A função mastigatória é afetada com a colocação dos implantes dentários?

Após a colocação de um ou mais implantes dentários (ou mesmo de uma prótese total), a função mastigatória é altamente potencializada, pois ela sempre é afetada com a perda parcial ou total dos dentes.

Para conservar a função mastigatória e a estética dos novos dentes, cada prótese de porcelana é elaborada individualmente, preservando assim a naturalidade estética e resguardando a sua beleza e eficiência. Tudo isso favorece a higiene bucal e a boa saúde bucal do paciente.

O que é um implante dentário com carga imediata?

Recebe o nome de implante dentário com carga imediata a situação na qual a prótese dentária é instalada de forma imediata sobre o implante dentário, ou dentro de um intervalo de no máximo três dias. Portanto, o que diferencia um implante com carga imediata de um implante convencional é o tempo de colocação da prótese sobre o implante.

O implante dentário com carga imediata é instalado quando há urgência na busca por um resultado rápido. Há circunstância na vida das pessoas, ou em sua carreira profissional, que podem exigir esta rapidez. Contudo, nem sempre o implante com carga imediata pode ser colocado. Ele vai depender da estrutura óssea do paciente, e cabe ao dentista avaliar se a sua colocação é conveniente ou não.