LASERTERAPIA EM ODONTOLOGIA.

(19) 3044.8899

(19) 98124.8789

Clínica Odontológica em Campinas Odonthos | Dentistas em Campinas

Laserterapia em Odontologia

A Odonthos é uma Clínica Odontológica Integrada em Campinas que realiza diagnósticos e tratamentos dentários, faciais e de gengivas com equipamentos de última geração. A Odonthos oferece diversas áreas odontológicas, com profissionais qualificados em próteses, implantes, saúde bucal, entre outros serviços.

 

LASERTERAPIA EM ODONTOLOGIA

Áreas de atendimento > LASERTERAPIA EM ODONTOLOGIA

De que maneira o uso do laser pode ser aplicado em tratamentos odontológicos?

O laser, cujo nome é uma sigla que vem do inglês “Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation”, ou Luz Amplificada pele Emissão Estimulada de Radiação, é uma fonte de luz com variados comprimentos de onda que permitem a sua aplicação em tratamentos terapêuticos.

Isso é possível pois o laser de baixa potência (ou laser terapêutico) possui ação anti-inflamatória, analgésica e bioestimulante em nosso organismo. Por isso, ele passou a receber várias aplicações em tratamentos odontológicos, sendo usado tanto isoladamente quanto como agente complementar a conjuntos de procedimentos. 

O que é a laserterapia na odontologia?

A laserterapia, ou tratamento à base do uso de laser na odontologia, é um conjunto de procedimentos odontológicos que usam a emissão de feixes de laser para tratar tecidos do nosso organismo. A ação dos feixes de laser é eficaz em ações como a cicatrização de tecidos moles, sua recuperação, diminuição de inflamações, redução de dores presentes nos tecidos, entre outras aplicações.

Quais são as aplicações mais comuns da laserterapia, ou o uso do laser na odontologia?

O avanço das pesquisas e a experiência acumulada no uso do laser na odontologia permitiu que ele alcançasse hoje numerosas aplicações em tratamentos odontológicos. Algumas delas são as seguintes:

Uso para o alívio de dores – quando aplicado em determinados tratamentos a laser na odontologia, sua luz proporciona o alívio de dores incômodas, como as de origem pulpar (dores na “polpa dentária”), as dores nevrálgicas (dores agudas que percorrem o caminho dos nervos), as dores em tecidos moles (estas dores, nos chamados “tecidos moles”, são as que ocorrem em vasos sanguíneos, músculos, vasos linfáticos, tecidos gordurosos, tendões, revestimentos de articulações etc.), ou também em dores pré ou pós operatórias, entre várias outras.

Reparação tecidual – o laser na odontologia apresenta ação comprovadamente eficaz na reparação tecidual, com a aceleração da recuperação e reparação de tecidos nos casos de lesões e traumas.

Alívio de inchaços e edemas – o laser na odontologia permite uma ação eficaz na recuperação de inflamações nas regiões das gengivas e dos tecidos que sustentam os dentes, normalmente ocorridas após cirurgias nessas áreas. O laser também pode ser aplicado nesse processo de recuperação após outros tipos de cirurgias bucais.

Redução da sensibilidade dentária – algumas pessoas sofrem com uma espécie de hipersensibilidade em seus dentes, o que torna incômodo o consumo de variados líquidos e alimentos. Aplicações de laser nesses dentes hipersensíveis mostram-se eficazes na diminuição desse alto grau de sensibilidade, proporcionando mais conforto e bem-estar.

Eliminação da paralisia facial – Algumas pessoas podem sofrer paralisias totais ou parciais dos músculos da face, originando as chamadas paralisias faciais. O uso do laser nessas regiões paralisadas mostrou-se eficaz na eliminação das causas da paralisia, permitindo-se a recuperação dos movimentos dos músculos faciais.

Outros usos – a quantidade de usos do laser na odontologia é amplamente variada. Atualmente, ele é aplicado como um importante elemento em tratamentos para se eliminar o herpes labial, aftas bucais, alveolite (inflamações ou infecções do alvéolo após a extração de dentes), dores pós extrações dentárias, periodontite (inflamações nas regiões das gengivas), dores na articulação temporomandibular etc.

O clareamento a laser pode ser também usado de forma eficaz no clareamento dental?

Sim. O clareamento a laser (que, no caso, trata-se de um laser de baixa intensidade) é feito diminuindo-se o tamanho das moléculas dos pigmentos presentes internamente na estrutura dos dentes. Com essa diminuição, os dentes passam a refletir mais luz, aparentando serem mais claros.

Na odontologia, há várias técnicas usadas para o clareamento dental. Uma delas é o clareamento a laser, que corresponde ao clareamento ambulatorial (o que é realizado pelos dentistas).

Esta técnica é aplicada mediante o uso de um gel clareador aplicado nos dentes, sem contato com a gengiva. Para acelerar o processo e potencializar o resultado da ação do gel é aplicada uma fonte de luz (em geral da cor azul), que é uma composição entre uma luz LED de alta potência e um feixe de laser de baixa intensidade (um laser de baixa potência).

Portanto, neste tipo de situação, o laser é usado de forma complementar durante o tratamento de clareamento dental.

Quais são as vantagens do clareamento dental com o uso do laser?

Há várias maneiras de se fazer o tratamento de clareamento dental, algumas delas até caseiras. A vantagem de se fazer o clareamento ambulatorial (o que é realizado pelo cirurgião dentista) é a velocidade em que ele é realizado.

Sem dúvidas, clareamento dental a laser é muito mais rápido que o processo de clareamento individual, que pode ser feito em casa com o uso de moldeiras para a aplicação do gel. Esta técnica depende muito da disciplina e da constância do paciente, que terá que fazer as aplicações do gel durante várias semanas, com disciplina e regularidade.

O que são as terapias fotodinâmicas aplicadas à odontologia?

As terapias fotodinâmicas são tratamento da laserterapia que podem ser tanto de alta potência quanto de baixa potência.