CLAREAMENTO DENTÁRIO | CLAREAMENTO DENTAL EM CAMPINAS.

(19) 3044.8899

(19) 98124.8789

Clínica Odontológica em Campinas Odonthos | Dentistas em Campinas

Dentística (Clareamento Dentário) - Clínica Odontológica Campinas

A Odonthos é uma Clínica Odontológica Integrada em Campinas que realiza diagnósticos e tratamentos dentários, faciais e de gengivas com equipamentos de última geração. A Odonthos oferece diversas áreas odontológicas, com profissionais qualificados em próteses, implantes, saúde bucal, entre outros serviços.

 

CLAREAMENTO DENTÁRIO | CLAREAMENTO DENTAL EM CAMPINAS

Áreas de atendimento > CLAREAMENTO DENTÁRIO | CLAREAMENTO DENTAL EM CAMPINAS

O que é o clareamento dentário?

O processo de clareamento dentário é um tratamento que usa técnicas para modificar a cor dos dentes por meio de substâncias químicas, proporcionando um sorriso mais branco. O principal agente químico do clareamento dentário é o oxigênio, que é originado a partir do peróxido de carbamida (ou peróxido de hidrogênio).

Estas substâncias clareiam os dentes, sendo capazes de remover manchas e pigmentos que permanecem alojadas no esmalte dos dentes. Como elas afetam a sua coloração, uma vez removidas, os dentes ficam com a sua aparência clareada.

Por que os dentes escurecem com o passar dos anos?

Dentes “amarelados” não são apenas uma questão de higiene bucal. Fatores naturais também levam ao seu escurecimento.

Ao longo do tempo, os dentes tendem a escurecer porque a dentina se forma continuamente dentro do dente. Assim, essa camada de dentina vai se tornando mais espessa, e consequentemente, a aparência dos dentes vai ficando mais escura ou “amarelada”. Por isso, de tempos em tempos uma opção é realizar tratamentos que deixam os dentes mais brancos.

O processo de clareamento dental pode ser iniciado imediatamente?

Não. Sempre é preciso realizar avaliações prévias na saúde bucal e no estado dos dentes antes de se adotar iniciativas que clareiam os dentes. Este trabalho requer a cuidadosa supervisão de um cirurgião dentista.

Nessa etapa prévia, é importante identificar se o paciente apresenta cáries ou infiltrações em seus dentes. Também é importante avaliar como é a sensibilidade dentária, sobretudo ante aos agentes do tratamento (oxigênio, originado do peróxido de carbamida – ou peróxido de hidrogênio).

Essas avaliações da saúde bucal e da higiene bucal são realizadas por meio de exames clínicos e radiográficos. Eles são necessários pois as cáries ou as infiltrações afetam diretamente a sensibilidade dos dentes, tanto durante quanto após a aplicação dos métodos que deixam os dentes mais brancos.

Se a sensibilidade dentária for elevada, será necessário tomar cuidados especiais para realizar o processo de clareamento, sem que isso afete a sua boa saúde bucal.

Qual é a principal finalidade do clareamento dentário?

O processo de clareamento dentário é um tratamento que não tem uma relação direta com a saúde bucal ou com a higiene bucal.

Ele se propõe, fundamentalmente, a aspectos estéticos, resultando em um sorriso mais branco. Dentes manchados não causam boa impressão – e para determinados profissionais, esta questão é ainda mais relevante.

Por isso, as ações que deixam os dentes mais brancos podem ser altamente indicadas, conforme o caso. O importante é consultar previamente o cirurgião dentista e esclarecer as razões desejadas para este tratamento, além de avaliar como é a sua saúde bucal e a sensibilidade dos seus dentes.

Quando o processo de clareamento dentário não é recomendado?

O processo de clareamento dentário não é recomendado para pessoas nestas condições (algumas delas, relacionadas a uma alta sensibilidade dentária):

· Pacientes com cáries nos dentes
· Pacientes com restaurações mal feitas (que podem favorecer as infiltrações)
· Pacientes com problemas nas gengivas
· Pacientes com alergia aos produtos usados de forma complementar ao agente clareador
· Menores de 15 anos
· Mulheres grávidas

Nos primeiros casos (relacionados a aspectos da saúde bucal, como a presença de cáries, restaurações mal feitas e problemas nas gengivas), é necessário realizar tratamentos prévios para as suas correções, antes de se iniciar o processo de clareamento dental.

Quanto tempo duram as sessões de clareamento dentário? Qual o prazo de validade do tratamento?

O processo de clareamento dentário requer de 1 a 3 sessões em consultório. Cada uma delas tarda cerca de 1 hora. O procedimento não requer o uso de anestesia, pois é um processo indolor.

Após o clareamento, a coloração dos dentes tende a se conservar ao longo de um período de 1,5 a 2 anos. Por isso, são requeridas sessões de manutenção do clareamento ao longo dos anos, para elevar a sua durabilidade.

O clareamento dental provoca desgastes ou danos aos dentes?

Não. O processo de clareamento não afeta a estrutura dentária, e portanto, não provoca desgastes, nem enfraquece os dentes. Nos tratamentos são usados produtos devidamente registrados nos órgãos públicos de saúde. Por isso, seu método não provoca riscos à saúde.

Quais são os tipos de clareamento mais usados?

Os tipos de clareamento dentário mais comuns são estes três, que variam conforme o local onde são realizados (tratamento no consultório, tratamento caseiro e tratamento conjugado):

1. Tratamento no consultório: este tipo de clareamento é realizado por um cirurgião dentista habilitado, usando gel clareador específico para esta finalidade. Dependendo da coloração dos dentes do paciente, podem ser necessárias de 2 a 4 sessões para finalizar o tratamento.

2. Tratamento caseiro (ou de moldeira): neste tipo de clareamento, o cirurgião dentista elabora um molde dentário no consultório. Com os modelos das arcadas do paciente, são elaboradas moldeiras flexíveis, feitas em silicone. Elas são entregues ao paciente, que por sua vez, aplica em casa um gel clareador específico, sempre sob a supervisão do dentista. Por isso, ele é conhecido como tratamento caseiro.

3. Tratamento conjugado: neste tipo de clareamento, o clareamento dos dentes é realizado das duas formas anteriores, ou seja, parte no consultório e parte em casa, por conta do paciente, que usa o gel clareador em casa.

Há um tratamento padrão de clareamento dentário?

Não. Cada paciente exige cuidados específicos. Por isso é imprescindível a avaliação prévia por parte do dentista. Cada paciente possui colorações específicas nos dentes e cada qual apresenta um estado de saúde particular (presença de cáries, restaurações, saúde das gengivas etc.).

Por isso, cada paciente receberá um tratamento próprio, com quantidades específicas de agentes clareadores. Não é possível padronizar o tratamento a todos os pacientes.

Após o tratamento de clareamento dental é preciso algum especial?

Sim. Após o clareamento dental, convém evitar alimentar-se de alimentos coloridos, como a cenoura, beterraba, chá, café, vinho tinto, entre outros.

Quais são os principais benefícios do clareamento dentário?

O principal resultado do clareamento dentário é a melhoria estética dos dentes, que ganham uma aparência mais uniforme e livre de manchas ou aspecto “amarelado”, proporcionando um sorriso mais branco.

O clareamento dental precisa ser feito mais de uma vez na vida?

Não existe uma quantidade específica de ocasiões em que o clareamento dental pode ser feito. Normalmente, o clareamento dentário é realizado quantas vezes a pessoa quiser, conforme o seu desejo e motivação pessoal. É uma questão mais de estética do que de necessidade de saúde.

O clareamento dental pode apresentar efeitos colaterais?

Sim. Um deles é uma maior sensibilidade dentária. Mas ela varia de pessoa para pessoa. Outra possível consequência é uma irritação da gengiva, que pode surgir quando a moldeira não fica bem elaborada e não se adapta bem à arcada dentária do paciente. Além disso, caso ele aplique o gel em quantidade exagerada, essa irritação na gengiva pode também surgir.